Sobreviventes de UTI comemoram desfilando dentro de caixões

30/ 07/ 2017 - A cena para aqueles que não conhecem esta curiosa tradição da Galícia, na Espanha, é sombria: uma procissão com caixões abertos com as pessoas vivas e vestindo uma mortalha. Não é a imagem que um turista poderia esperar, mas é uma celebração religiosa que acontece todo ano desde o século 17, nesta época. É a maneira que aqueles que viram a morte de perto agradecem a intercessão de Santa Marta, a irmã de Lázaro.

A "Procissão dos Ataúdes" de Santa Marta de Ribarteme acontece no pequeno povoado de As Neves, na Galícia, região que faz divisa com Portugal. É uma dos mais perturbadoras e emocionantes da Espanha. O silêncio da multidão contrasta com o badalar dos sinos das igrejas. É a única celebração da Galícia onde a morte e a ressurreição são as protagonistas.

É preciso ter muita devoção para combater a claustrofobia de ficar mais de uma hora dentro de um caixão, debaixo do Sol forte do verão espanhol. A procissão sai da Igreja de Santa Marta e vai até o cemitério, para depois retornar à igreja.

Este ano houve três penitentes: um homem e duas mulheres, enquanto um quarto caixão foi exibido vazio, representando uma mulher em uma cadeira de rodas.






ACEITAMOS E AGRADECEMOS SUA DOAÇÃO (QUALQUER VALOR) PARA AJUDAR A MANTER ESTE SITE SEMPRE ATUALIZADO. CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO PARA DOAR:





Ver mais textos  Indique esta notícia para um(a) amigo(a)


  Política de privacidade do site  |  Entre em contato  |  Sobre Piracicaba  |  Sala de Imprensa  |  Criação evernet