Simpatia sobre Amor
  Voltar


O Lenço Mágico te protegerá contra a infidelidade
Para o povo cigano, o lenço representa um elemento protetor, é por isso que frequentemente se vê os ciganos com o seu lenço na cabeça, para conservar as boas ideias, os sonhos e os projetos que tem nas suas mentes.

O lenço evoca a antiga representação do quadrado mágico que estabeleciam quando se reuniam nas suas carroças quando faziam uma fogueira no centro das mesmas. Em torno desse fogo se expressava a vida, ali acontecia a verdadeira magia.

Com a mesma convicção, continuam a realizar um antigo ritual para evitar infidelidades, especialmente quando se apercebem que alguém está a rondar o seu amor para assim o seduzir.

Os ciganos fazem esta simpatia com o objetivo de fechar o coração e seu desejo sexual do seu companheiro ou companheira perante outras pessoas para além do seu marido ou esposa, ficando assim esse rival que ameaça a sua relação totalmente sem chance de cometer adultério. Para isso amarram a ponta do lenço, que deve ser previamente humedecido com o sangue de um frango, galo ou galinha, a uma peça de roupa usada (contendo suor e odor corporal) do ou da rival, depois deverá o deixar secar quando a Lua estiver em quarto minguante durante a noite, ficando as noites necessárias até a Lua ficar Lua nova (nunca deixar ficar ao relento da noite quando a Lua ficar em quarto crescente). Deverá guardar as peças de roupa dentro de um saco negro de pano até o perigo de infidelidade por parte do ou da rival desaparecer de vossas vidas.

Esta simpatia está alicerçada no lenço como elemento ligado à pureza e por consequência à virgindade. No qual em outros tempos se submetia a noiva cigana antes do casamento à prova de verificação da sua virgindade.

Para isso as mulheres mais velhas e casadas ciganas, cuja a família do noivo lhes delegavam mais confiabilidade e reconhecimento de honestidade envolviam algum objeto no lenço e eram encarregadas de o introduzir na vagina da noiva, com o fim de verificar à sua saída a aparição de sangue que representa o rompimento do hímen da noiva.

Ainda que hoje, em algumas comunidades ciganas ainda se praticam um rito similar ao ritual antigo, somente que já não esperam assegurar-se a virgindade, então a mãe introduz o lenço com o dedo dentro dos genitais de sua filha e ao tira-lo a noiva o sacode com total alegria, que também celebra o noivo como símbolo da pureza da mulher com que viverá unido para toda a sua vida.

É certo que nós, não ciganos, nos surpreendemos com estes costumes. Eles também encontram motivos para se assustarem com alguns dos nossos hábitos modernos. Por isso, caso seja o seu marido ou namorado o membro do casal em perigo de cair em tentação e cometer o pecado da infidelidade, poderá substituir o sangue do galo ou galinha pelo sangue do seu período menstrual, pois este terá mais força e poder na execução da finalidade desta simpatia.

  Política de privacidade do site  |  Entre em contato  |  Sobre Piracicaba  |  Sala de Imprensa  |  Criação evernet